Quinta, 22 de Abril de 2021 16:34
11 11 99843-7541
21°

Muitas nuvens

São Bernardo do Campo - SP

Dólar com.

R$ 5,46

Euro

R$ 6,56

Peso Arg.

R$ 0,06

Entrevistas Sinaceg

José Ronaldo Marques da Silva, o Boizinho, 65, assume novamente a presidência do Sindicato Nacional dos Cegonheiros (Sinaceg)

Esta é 4ª vez que esse alagoano, nascido na cidade de Maribondo, ocupa o posto de presidente do maior sindicato laboral que representa os motoristas cegonheiros. Outras três passagens, com excelentes resultados e conquistas para os associados, carimbaram nova conquista e aval para mais uma gestão.

01/03/2021 08h50 Atualizada há 2 meses
54
Por: Redação
Jaime e Boizinho no dia da posse.
Jaime e Boizinho no dia da posse.
Presidência por excelência 
 
Em seu discurso de posse realizado recentemente, reafirmou luta por mais direitos, qualidade de vida e segurança jurídica de empreendimento especializado aos cegonheiros, prestando ainda um serviço altamente especializado para a indústria automobilística através de um excelente atendimento aos sindicalizados ligados à base sindical. 
 
"Cada gestão serve como um novo aprendizado. A experiência que trazemos vem dos frutos de relacionamentos criados e cultivados no nosso dia a dia", ressaltou o feliz torcedor do Palmeiras, Boizinho, em entrevista cedida com exclusividade ao Portal Personalidade ABC.
 
Nessa gestão que já iniciou, o presidente do Sinaceg tem pela frente grandes desafios para superar, como manter a categoria unida, atravessar mais uma crise econômica/financeira que passa o país, auxiliar os cegonheiros em relação ao combate contra o coronavírus, entre outros. 
 
"Os desafios são grandes e sempre vem acompanhados de muitas surpresas mas nada que não possamos vencer através do nosso empenho," afirmou Boizinho.
 
Abaixo você confere uma entrevista exclusiva de José Ronaldo Marques da Silva, o Boizinho ao portal Personalidade  conhece um pouco mais da história do Sinaceg.
 
ENTREVISTA - José Ronaldo Marques da Silva, o Boizinho
 
1- Qual a experiência que o senhor traz das outras passagens como presidente do sindicato dos cegonheiros para essa nova gestão?
Cada gestão serve como um novo aprendizado. A experiência que trazemos vem dos frutos de relacionamentos criados e cultivados no nosso dia a dia.
 
2-Quais o desafios que vem pela frente e como pretende superá-los?
Os desafios são grandes e sempre vem acompanhados de muitas surpresas mas nada que não possamos vencer através do nosso empenho.
 
3- Em relação ao coronavírus, o que o sindicato tem feito para auxiliar - informar os motoristas cegonheiros em relação aos cuidados para evitarem contágio?
Elaboramos um e-book com todas as informações e recomendações de prevenção à contaminação pelo coronavírus. Nos meses de abril, maio e junho foram distribuídas 4.000 máscaras, 3.000 frascos de álcool (líquido/gel) e mais de 5 mil cestas básicas aos motoristas dos Cegonheiros associados. O sindicato intensificou a comunicação nas redes sociais e na revista Cegonheiro para conscientizar e preservar a saúde dos Cegonheiros.
 
4- Diante da crise econômica que o Brasil vive, qual perspectiva o senhor projeta para o setor de transporte de carros, já que montadoras tem dado férias coletivas para seus funcionários, reduzindo a produção?
A pandemia continua a afetar o resultado de vendas de veículos novos no mercado interno. A perspectiva é de uma recuperação lenta e progressiva nesses próximos meses.
 
5- Por que é importante o motorista fazer parte do sindicato e o que ele ganha com isso?
Os motoristas trabalham para os associados, eles ganham com a manutenção do seu emprego/benefícios.
 
6- Quais as campanhas sociais o Sinaceg apoia e como fazer para que os associados participem?
Incentivamos a Campanha de Doação de Sangue, Doação de Órgãos, Campanha do Agasalho, Pessoas Desabrigadas por motivos de enchentes, Creches com crianças carentes. Geralmente as campanhas são divulgadas na revista Cegonheiro e nas redes sociais.
 
7- O que é o Destinaceg?
Destinaceg é um plano de reciclagem de carretas inativas com destinação correta e adequada das carcaças descartadas.
 
Breve história do Sinaceg
 
A história dos cegonheiros com o ABCD começou como associação nos anos 50 com a chegada da indústria automobilística no Brasil. Nessa época, já adotaram o codinome "cegonheiros".
 
Na década de 80 transfoma-se em sindicato com abrangência nacional.
 
Em 2000, inicia as atividades da Expo Transportes do ABCD, segundo maior evento do setor, que gera mais de 130 milhões de reais em negócios e reúne mais de 30 mil pessoas.
 
Trabalhos de preservação do Meio Ambiente
 
O Sinaceg colabora com o poder público na poda de árvores em estradas e nas cidades, com equipes próprias sob supervisão das prefeituras, IBAMA e órgãos do meio ambiente.
 
Para ampliar o compromisso com o meio ambiente e a destinação correta do descarte de cegonhas, o Sinaceg mantém o DestinaCeg, um plano de reciclagem das carcaças das cegonhas.
 
Recentemente realizaram o plantio de 1600 mudas nativas da Mata Atlântica, distribuídas em 9.600 m², 10% da área total do pátio.
 
Trabalhos sociais
 
Realiza trabalho social com o associado e com a comunidade. Em São Bernardo, por exemplo, ajudam duas creches no bairro periférico da Balsa e um lar de idosos. Participam também de várias campanhas de solidariedade.
 
Amigos da Estrada é outro projeto social que usa à rede de associados em todo o país em ações de cidadania.
 
Campanha Criança Segura, trabalho de conscientização contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. 
 
Mais informações sobre o Sinageg CLIQUE AQUI
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.