Sábado, 31 de Julho de 2021 03:35
11 11 99843-7541

Muitas nuvens

São Bernardo do Campo - SP

Dólar com.

R$ 5,21

Euro

R$ 6,18

Peso Arg.

R$ 0,05

Especiais Obras a todo vapor

Em São Bernardo, obra de drenagem no Jardim das Oliveiras chega a 50% de execução

Com avanço das intervenções, equipes devem iniciar ainda neste mês nova etapa para instalação de rede de coleta de esgoto

19/07/2021 11h38
17
Por: Redação Fonte: PMSBC
PMSBC
PMSBC

A transformação do Jardim das Oliveiras segue com ritmo acelerado. Passados cinco meses de trabalho, as equipes responsáveis pelas intervenções no local atingiram nesta semana a marca de 50% dos serviços de drenagem concluídos. O balanço foi apresentado pelo prefeito Orlando Morando durante vistoria realizada na tarde desta terça-feira (13/07) no local. A previsão é que esta etapa seja concluída dentro de 90 dias, permitindo melhorias importantes na qualidade de vida das 5.000 famílias que residem na região.

Aguardada por moradores do bairro há pelo menos 30 anos, a transformação do Jardim das Oliveiras envolve obras de descontaminação e infraestrutura da região, com melhorias em pavimentação, drenagem e saneamento. Serão investidos R$ 35 milhões na execução dos trabalhos, em parceria com o Governo do Estado. Com o pacote de obras, a Prefeitura de São Bernardo irá encerrar um dos maiores dramas do local ocupado na década de 1990, em área do antigo Lixão do Alvarenga.

“Há anos moradores do bairro foram enganados e iludidos. No entanto, após darmos início às obras de descontaminação e infraestrutura do bairro, passamos a trabalhar para mudar e melhorar a vida dessas pessoas. Aqui não tinha nem água, nem esgoto, nem drenagem. Com o avanço dos trabalhos, levaremos dignidade e mais qualidade de vida para essas famílias”, destacou Morando.

Durante a visita ao local, o chefe do Executivo percorreu uma das frentes de trabalho onde equipes estão removendo lixo contaminado presente no solo da região. Nesta etapa, além da remoção deste material, o projeto prevê a implantação de sistema de controle e mitigação de gases. Para isso, será construído um sistema onde deverão operar 123 poços de extração de gases poluentes e 30 poços de monitoramento remoto.

Nos serviços de saneamento básico, serão implementados 11 mil metros de tubulação para a rede de coleta de esgoto. A expectativa é que esta etapa seja iniciada ainda neste mês de julho.

O projeto prevê ainda a pavimentação e recuperação de 4 km de extensão de vias, além da colocação de 1.000 metros de microdrenagem, sistema condutor de coleta e condução da água pluvial até o sistema de macrodrenagem, que além de retirar a água pluvial dos pavimentos das vias públicas, irá ainda evitar alagamentos, oferecer segurança aos pedestres e motoristas e evitar ou reduzir danos. “A nossa expectativa é concluir todas as etapas até o fim de 2022”, projetou o secretário de Transportes e Vias Públicas, Delson José Amador.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.