Terça, 22 de Junho de 2021 08:24
11 11 99843-7541
12°

Pancada de chuva

São Bernardo do Campo - SP

Dólar com.

R$ 5,02

Euro

R$ 5,99

Peso Arg.

R$ 0,05

Notícias Municipais Cartão Merenda

Prefeitura de São Bernardo realiza a 14ª recarga do Cartão Merenda

Auxílio será mantido até que as aulas presenciais sejam 100% retomadas na cidade; até lá, os 82 mil alunos da rede municipal continuarão sendo beneficiados

24/05/2021 10h01
24
Por: Redação Fonte: PMSBC
PMSBC
PMSBC

A Prefeitura de São Bernardo efetuou neste sábado (15/05) a 14ª recarga do Cartão Merenda, criado em abril de 2020 para garantir a segurança alimentar dos 82 mil alunos da rede municipal durante a pandemia. O auxílio garante, mensalmente, R$ 85 para a compra exclusiva de alimentos, com valor cumulativo para famílias que possuem mais de um aluno matriculado na rede. O benefício será mantido na cidade até que as aulas presenciais sejam 100% retomadas.

Ao todo, são investidos R$ 7 milhões por mês com a recarga do Cartão Merenda. Em 14 meses de ação, foram R$ 98 milhões despendidos para garantir a alimentação dos estudantes da rede municipal de ensino. As demais recargas foram realizadas em 25/04, 25/05, 25/06, 17/07, 25/08, 25/09, 11/10, 12/11, 18/12, 18/01, 15/02, 15/03 e 14/04.

De acordo com o prefeito Orlando Morando, o anúncio do retorno às aulas no sistema híbrido a partir desta segunda-feira (17/05) não significa o fim do programa de segurança alimentar. “As escolas irão retornar gradativamente, em sistema escalonado, e as crianças precisam se alimentar com qualidade nos dias em que estiverem em casa, no ensino remoto. Por isso, vamos manter o benefício até o retorno total das aulas”, explicou.

RETORNO RESPONSÁVEL – Depois de 14 meses de escolas fechadas, as aulas presenciais na rede municipal de ensino de São Bernardo serão retomadas nesta segunda-feira (17/05) de forma gradual, com atendimento escalonado e ocupação máxima de até 35% dos estudantes matriculados. As unidades também foram equipadas com totens com álcool em gel, borrifadores e sinalização para distanciamento social. Haverá ainda aferição de temperatura das crianças e de todos os profissionais.

“Será um retorno com responsabilidade, segurança e cumprimento de todos os protocolos sanitários. Lembrando que o retorno não é obrigatório. Os pais que optarem por continuar com o ensino remoto terão esse direito, sem qualquer prejuízo no conteúdo e na qualidade de ensino ofertada”, completou o prefeito. A rede estadual também está autorizada a retomar as aulas presenciais a partir desta segunda-feira. Na rede privada, as aulas presenciais estão autorizadas desde o último dia 14 de abril.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.